Somos uma empresa de consultoria e assessoria técnica industrial voltada para a produção de Fertilizantes em base orgânica, com grande vocação em P&D de novos produtos e processos industriais e na engenharia de equipamentos e fábricas como:

  • Fertilizantes Organominerais;
  • Fertilizantes Orgânicos;
  • Condicionadores de Solos.

A empresa nasceu com o objetivo de atuar e desenvolver produtos e tecnologias limpas para uma agricultura sustentável. Utilizamos conceitos biogeotecnológicos, biológicos, químicos e físicos, visando atender, potencializar e integrar ganhos com a Agricultura Sustentável.

Estabelecida na Bahia desde 1999, a CALDERON CONSULTING realiza trabalhos que recuperam resíduos orgânicos, biomassas, minerais marginais e agrominerais visando recuperar e incrementar a fertilidade do Solo, garantindo produtividade que ano a ano serão exigidas, reduzindo o impacto que a agricultura tem causado ao meio ambiente.

A empresa vem oferecendo soluções para a produção de fertilizantes e insumos orgânicos, utilizando processos convencionais e os de alta tecnologia, possuindo know-how próprio de processo de fabricação (NPK+C).

A CALDERON CONSULTING tem seu maior ativo a força intelectual, com profissionais que industrializam fertilizantes há mais de 3 décadas nas indústrias de Fertilizantes Químicos, em seus processos operacionais, nas suas engenharias (Plantas de Superfosfatos, de MAP/DAP e de Complexos NPK´s), e também nas indústrias de Fertilizantes em base orgânica, implantando ou adequando fábricas, contando com parceiros experientes, qualificados, estruturados e comprometidos. Hoje emprega estes conhecimentos para consultorias, P&D de novos produtos e processos, visando aproveitar a máxima massa de Carbono das matérias orgânicas (vegetais ou animais) disponíveis, com tecnologia que provocam mínimas perdas e/ou emissões de gases de efeito estufa na atmosfera (CO2, CH4, etc), onde os tradicionais processos de fabricação destes Fertilizantes são altamente poluentes (desprendem elevadas cargas de CO2 e demais GEEs na atmosfera).